13 de novembro de 2012

Dicas para montar sua horta urbana (com fotos)

Ter uma pequena horta (individual ou coletiva) em uma cidade grande traz benefícios tanto para a alimentação (que fica mais saudável com ingredientes sem agrotóxicos), e para o meio ambiente, diminuindo o impacto da produção em massa.

E é preciso pouco para montar uma pequena horta em casa.
Veja o passo-a-passo para começar o processo:

1. Verifique a disponibilidade de luz. “É fundamental ao menos duas horas diárias de sol para estimular a fotossíntese das plantas”
2. Escolha espécies adequadas. “Para os iniciantes, o recomendável é utilizar espécies que não exigem muitos cuidados, como manjericão, alecrim, boldo, hortelã, salsa, coentro”, indica Alex. Depois, pode-se partir para o tomate, morangos e beterraba.
3. Crie uma rotina para os cuidados básicos. “Os cuidados básicos são com relação a rega, uma vez por dia, e com a adubação orgânica, sem aditivo químico, para manter a salubridade do alimento. A forma de colher as folhas ou alimento também requer alguns cuidados para manter a planta sadia, sem problemas ou feridas que possibilitem a entrada de pragas”, Esses cuidados podem variar de acordo com a espécie. Para saber exatamente essas necessidades, pergunte para o vendedor das mudas ou sementes.
Fonte: Atitude Sustentável

E tem mais dicas do Portal de Paisagismo

  • Escolha as plantas que você come, que lhe sejam particularmente nutritivas e que possam ser colhidas uma ou duas vezes por semana, tais como pimentões, tomates, salsa, cebolinha, manjericão, alface, rúcula etc.
  • Em varandas e pátios pequenos, as plantas serão colocadas de forma que as mais altas fiquem atrás, para que não sombrearem as menores.
  • Outras formas bem conhecidas de plantar alimentos em pequenos espaços incluem brotos de alfafa, girassol e feijões bem como plantar um ou dois sacos de cogumelo em um local frio e escuro.
  • Restos de cozinha são compostados em um sistema de dois baldes sob a pia, adicionando-se podas de jardim (grama cortada). Alguns restos como cascas de laranja e cascas de ovos inteiros levam muito tempo para se decomporem, mas isso é facilmente resolvido, se você cortá-los ou esmagá-los.
  • Para moradores de apartamentos, treliças são colocadas à volta da varanda/sacada ou contra as paredes, do lado de fora da janela.
  • Você pode utilizar vasos que já possui em casa ou usar a imaginação com plásticos, baldes, cestas velhas, sacos, caixas de brinquedo etc. Fure o fundo, para que a água escape, e confira se o peso deles não será excessivo para o suporte. Uma mistura de solo leve pode ser feita especialmente para o plantio em sacadas ou balcões e telhados, podendo necessitar de uma rega mais freqüente.
A horta urbana requer o máximo de planejamento, mas é surpreendente quanta comida pode ser produzida nos beirais de janelas, varandas, caminhos estreitos e pátios. Plantas podem, até mesmo, crescer dentro de casa em potes, desde que sejam levadas (sobre rodas) para um local ensolarado. A maioria das plantas necessita, no mínimo, de 6 horas de luz solar por dia, durante a estação de crescimento.

Selecionei algumas fotos como exemplo de criação de hortas verticais com garrafa PET e outros objetos.
Acesse o álbum no Facebook e confira mais fotos:
Clique para ver mais fotos
Veja na imagem abaixo do jornal Estado de São Paulo como fazer um espiral de ervas:


Encaminhe outras idéias para fazer as hortas urbanas no e-mail dosedesustentabilidade@outlook.com
Abraços ;)

Sobre o autor: Luciana Cantanhede Estudante de Biologia, Conselheira do Cades regional em São Paulo, busca através das temáticas ambientais conscientizar e incentivar a mudança de atitudes para práticas sustentáveis. Twitter | Facebook | Email

0 comentários:

Postar um comentário

Política de Direitos Autorais

Este blog respeita os direitos autorais e busca citar sempre as fontes de onde foram retirados os textos e imagens. Peço a gentileza que avisem caso ocorra alguma violação dos direitos autorais.