4 de dezembro de 2012

Como atrair pássaros, beija-flores e borboletas para seu jardim

Você não precisa de uma gaiola para ter pássaros no seu jardim, fornecendo uma boa alimentação eles podem vir visitá-lo constantemente, mas são necessários alguns cuidados ao fazer comedouros para pássaros e beija-flores.

Veja algumas dicas para atrair pássaros para os comedouros:

  • Comece colocando sementes para atrair os pássaros, e depois, com o tempo, vá descobrindo que tipos de pássaros deseja atrair e providencie o seu alimento preferido. Entre as sementes use: alpiste, painço (quatro tipos: amarelo, verde, preto, vermelho), aveia e níger, todas disponíveis no mercado. As sementes devem ser guardadas em lugar fresco e seco, conservadas em frascos com tampas de preferência com pequenos orifícios, para que haja passagem do ar. Tal procedimento evitará que elas mofem.
  • Frutas também são bons alimentos, mas deterioram rapidamente, então coloque pequenas porções de cada vez. Use banana, maçã e mamão. As frutas fornecidas aos animais devem estar frescas e maduras.
  • É preciso ter muito cuidado com a procedência das verduras fornecidas as aves, pois atualmente há um uso indiscriminado de defensivos agrícolas. 
  • A ração não deve estar úmida, tampouco mofada, pois a umidade é prejudicial: além de alterar a composição do alimento, favorece o crescimento de fungos, cujas as toxinas podem ser mortais para as aves. 
  • Lembre-se de limpar o comedouro todos os dias, pois pássaros podem transmitir doenças uns aos outros. O comedouro deve ter uma cobertura, para evitar molhar a ração ou sementes. É importante que os comedouros sejam suspensos ou construídos de forma a impossibilitar o acesso de outros animais como ratos, que também pode transmitir doenças.

Passo-a-passo para fazer um comedouro com caixa de leite
Crédito Imagens: Vila do Artesão
Outros modelos de comedouros
Imagens retiradas do Google Imagens
Para atrair os beija-flores você pode preferencialmente plantar flores que os atraem (minhas preferidas são Russélia e Helicônia, consulte outras espécies neste link) ou instalar bebedouros de água com concentração de açúcar de 20% (1 parte de açúcar para 4 partes de água), que não irão substituir as necessidades nutricionais já que eles se alimentam de néctar, que tem várias outros nutrientes, e de pequenos insetos e artrópodes.
É necessário cuidados especiais com os bebedouros também.

  • Troque a solução com frequência, de preferência diariamente. Faça uma limpeza adequada do bebedouro com uma escova do tipo de limpar mamadeira. É comum no interior desenvolver-se algas que vão escurecendo a superfície. O bebedouro pode também ser deixado por meia hora dentro d'água com um pouco de água sanitária. Enxague bem. O uso de bebedouros feitos em casa utilizando garrafas vazias de água ou refrigerantes tem a vantagem de poderem ser jogados fora e trocados mais frequentemente. 
  • Formigas podem vir até o bebedouro. Para evitá-las basta colocar no suporte em que está pendurado um pedacinho de estopa, algodão ou um pano qualquer e embebê-lo com óleo queimado.
  • Abelhas também podem ser atraídas ao bebedouro, às vezes em grande quantidade, impedindo que as aves se aproximem. Diversas medidas podem ser tomadas para afastá-las: 1 - Retire as flores dos bebedouros, se tiver. Para os beija-flores basta o tubinho ou mesmo só um furinho com uma marca vermelha em volta para atraí-lo. As flores ajudam a atrair abelhas e também servem como local para pousarem. 2 - Retire os bebedouros durante alguns dias, até que as abelhas desapareçam. Coloque-os em seguida em lugares diferentes de onde estavam. Os beija-flores os acham com facilidade, mas as abelhas podem demorar um pouco mais para descobri-los. 3- Use um tubinho mais comprido. Os beija-flores alcançam a água açucarada pois enfiam o bico no tubinho. Já as abelhas podem ter dificuldade para fazer isto. Óleo de cozinha usado também pode espantar as abelhas, que não toleram o cheiro e escorregam no óleo. 4 - Não use inseticidas ou qualquer outro produto químico para espantar as abelhas, pois poderá contaminar os beija-flores.

Helicônia e Russélia respectivamente
Bebedouros - Passo a passo para o bebedouro "Jonas" de PET (imagem a direita)
Para atrair o maior número de borboletas e tê-los como residentes em seu quintal você precisa ter plantas que servem as necessidades de todas as fases de vida da borboleta. Eles precisam de um lugar para colocar ovos plantas, alimentos para a larva (lagarta), um lugar para formar um casulo, e as fontes de néctar para o adulto. Borboletas mais adultos vivem 10-20 dias. Alguns, no entanto, acredita-se viver não mais que três ou quatro dias, enquanto outros, como sobre as monarcas de invernada, pode viver até seis meses. Ao fornecer as plantas que as lagartas podem alimentar-se, você vai ter borboletas constantemente. Lembre-se que as lagartas comem as folhas dessas plantas e, portanto, você deve aceitar os danos e renunciar aos inseticidas. A dieta das borboletas é constituída basicamente de líquidos: o néctar das flores, o sumo da decomposição dos frutos, sais minerais em pequenas poças, seiva de árvore e até mesmo de carniça e estrume.

Para atraí-las você deve pesquisar quais borboletas são comuns em sua área, observe por alguns dias e use um guia de borboletas para lhe ajudar. Escolha as "plantas hospedeiras". A partir de sua pesquisa, descubra o que as lagartas comem.

Há uma variedade enorme de plantas, e somente algumas listadas aqui. Escolhas excelentes incluem:
Plantas do gênero Buddleja (Arbusto de borboleta) são adequadas para as cauda-de-andorinha.
Asclépia-do-brejo - Também serve como hospedeira para as lagartas da monarca.
Margaridas - São perenes, e as borboletas adoram.
Zínia - Atraem muitas borboletas, e as plantas altas são especialmente preferidas. Elas são anuais e fáceis de crescer a partir da semente.
Pentas - Adequada para cauda-de-andorinha, anual em climas frios.
Heliotrópio - atrai várias borboletas, e chega a até 60 cm de altura, podendo ser plantada em vaso. É perene em climas amenos. Veja mais em Alimentação Borboletas

Cerveja quente também atrai as borboletas e não faz mal.
Uma mistura de sal+areia molhada também é benéfica e procurada por elas.

Veja abaixo um comedouro feito especialmente para borboletas:
Neste comedouro você pode adicionar  1/10 de açúcar na água,
ou colocar um pouco de cerveja quente e adicionar pedaços e cascas de frutas maduras.
Crédito imagem: Pinterest.com

Sobre o autor: Luciana Cantanhede Estudante de Biologia, Conselheira do Cades regional em São Paulo, busca através das temáticas ambientais conscientizar e incentivar a mudança de atitudes para práticas sustentáveis. Twitter | Facebook | Email

4 comentários:

Postar um comentário

Política de Direitos Autorais

Este blog respeita os direitos autorais e busca citar sempre as fontes de onde foram retirados os textos e imagens. Peço a gentileza que avisem caso ocorra alguma violação dos direitos autorais.